Jardins de Palavras em canteiros de versos a cerca de eiras de prosa. Em 2008, um mês, um livro, desde julho
Sábado, 25 de Janeiro de 2014
Filho

Aqui está, e li vendo meio embaçado, ou todo embaçado, o quadro ali do outro lado, uma das últimas fotos do papai forte e feliz, soberano no seu chapéu preto, camisa preta, mafioso e senhor de si.

 

É mais que ter a chance de não se arrepender do não viver a vida de seu pai até o fim. É a certeza de que ele doou o melhor que tinha para ti: o exemplo sem máscaras do que fez dele um homem feliz, ou dele um homem infeliz.

 

Nenhum pai que merece seu amor jamais te esconderá isto – o exemplo do certo e errado, acima das certezas dele sobre estes mesmos valores e experiências. Ciente disto, se um bom pai teve, como eu tive, segue sem sombras de dúvidas de tudo de errado que está fazendo, do buraco em que se meteu e, melhor e mais importante, da certeza de que vai achar o caminho para fora deste buraco e sorrir o que seu pai não sorriu.

 

Assim, sorrindo o que ele não deu conta, muitas vezes por você e pela a mãe que ele te deu, sorrirá pelos dois, e não precisará que ele tenha lhe ensinado a escolher seus amores, como fez o florista. E vai então sorrir o que ele mais sorriu: ser pai de você.

 

(Por que sei que não sou tão poeta assim? Porque leio quem o é: Impagável Carpinejar, este tu inspirou!)



publicado por Sérvio Pontes Ribeiro às 01:42
link do post | comentar | favorito

O Poeta e o Biólogo, e o jardineiro
Copyscape
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
últimas poesias

49 completos

Poeminha para a Gabi ler ...

Ode à barata latino-ameri...

Despoema

Laura 1.5

HECATOMBE

Feiurinhas de Ana Beatriz

Em tempos de....

Medos trocados

O Maneta

Dias brancos

Diferentes coisas

Caixa de passarinhos

O que foi?

Fragmento de um poema esc...

Poema resposta: a uma lei...

Diálogo com o destruidor ...

A senda, a folga e a vida

Verdade

Mundinho Cão

O amor, a explicação defi...

De boca

Ela, ele

DETOX

O surgimento do xingament...

Livros e retalhos

Julho 2016

Junho 2016

Janeiro 2016

Agosto 2015

Maio 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

pesquisar
 
links
subscrever feeds